2020/04/06 at 13:56

Paraíba X Coronavírus: soluções tecnológicas e científicas no combate à COVID-19

Iniciativas do ecossistema paraibano para o enfrentamento da pandemia

O panorama é de calamidade pública e de muita apreensão quanto aos próximos meses. Com impactos sobre a economia em várias partes do mundo, o novo coronavírus tem elevado não apenas os índices negativos. Em meio a esta pandemia, cresce a confiança das pessoas na ciência e no impacto que as tecnologias desenvolvidas e aperfeiçoadas pelos cientistas podem e já estão gerando.

Para retribuir à sociedade os recursos investidos em ciência, tecnologia e inovação, universidades, institutos e contando com ações de startups, paraibanos reúnem equipes nos seus laboratórios e empresas, em parceria com outras instituições como Senai-PB, numa busca da tríplice hélice na construção de soluções para os profissionais que diariamente atendem às pessoas que aparecem com algum sintoma da COVID-19, para os pacientes acometidos e para auxiliar a economia local no enfrentamento da crise. Iniciativas de um ecossistema coeso e cada vez mais unido em torno desta causa comum, tem convergido governo, academia e empresas no desenvolvimento de produtos, serviços e soluções para amenizar a turbulência que o mundo, o Brasil e a Paraíba enfrentam desde a explosão do vírus.

O carro-chefe entre as tecnologias e ações a serviço da sociedade neste momento é sem dúvidas a impressão em 3D de insumos para equipamentos de proteção individual (EPI’s), imprescindíveis ao trabalho dos profissionais que seguem na linha de frente do enfrentamento da pandemia; dispositivos customizados para uso no enfrentamento; protótipos de respiradores de baixo custo; produção de álcool em gel 70% e de desinfetantes, desenvolvimento de plataformas para monitoramento de pacientes, e para ajudar a economia local.

Por dentro do assunto

Entre as iniciativas que contribuem para a circulação de informações sobre a doença está um banco de artigos científicos que a Universidade Federal de Campina Grande – UFCG disponibilizou em seu site oficial. Realizada pelo Núcleo de Pesquisa em Saúde e Enfermagem (NUPESEN), sob a coordenação do professor Erik Cristóvão Araújo de Melo, a revisão bibliográfica reúne estudos recentes sobre o vírus em 29 áreas, a exemplo de diagnósticos e tratamentos, manifestações e análises clínicas, transmissibilidade, vacinas e cuidados intensivos.

Para pequenos negócios

Contando com apoio voluntário de alunos da UFCG e de outras instituições, bem como profissionais de empresas da cidade, o Prof. João Arthur Brunet Monteiro, do curso de Ciência da Computação da UFCG, está criando gratuitamente lojas virtuais para ajudar pequenos comerciantes. Entre os beneficiados pelo trabalho voluntário, feirantes, mercadinhos de bairro, espetinhos, vendedores de água e doceiros podem minimizar prejuízos durante a pandemia.

Linha de frente

Lidando diretamente com pacientes acometidos pela doença, profissionais dos hospitais de referência que atuam no enfrentamento à Covid-19 contam com um equipamento para a preservação de sua própria saúde. É um protetor facial desenvolvido pelo Núcleo de Tecnologias estratégicas em Saúde (Nutes) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). O protetor foi desenvolvido no Laboratório de Tecnologias 3D (LT3D) e está sendo distribuído gratuitamente com apoio e parceria do FABLAB/UFPB, IFPB, LaMMEA/UFCG, Unifacisa, Orofacial, FABLAB UAEP/UFCG, SPLABUFC, Phaserstudio3d, Promedil e R9 Engenharia e Tecnologia, além de pessoas físicas que ajudaram com impressoras pessoais. Ao todo, mais de mil equipamentos de proteção individual já foram distribuídos gratuitamente a hospitais, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Corpo de Bombeiros e Serviços de Atendimento Móvel (SAMUs) das regiões de Campina Grande, João Pessoa, Cariri e do Sertão. Outras instituições que também estão empenhadas na arrecadação de insumos, impressão e distribuição desses protetores são a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Campina Grande-SCTI/CG, a Universidade Federal da Paraíba e o IFPB.

A Fundação PaqTcPB também encampou a ideia e disponibilizou Conta Projeto para recebimento de contribuições financeiras voltadas para a aquisição de insumos diversos utilizados na produção dos dispositivos hospitalares. As doações podem ser feitas na conta Parque/Projeto 264, Banco do Brasil, Agência 1591-1, Conta Corrente 37.366-4.

Foco na esterilização

Outra iniciativa dos laboratórios das universidades que também impacta o trabalho dos profissionais de saúde, além de proteger a comunidade acadêmica, é a produção do álcool em gel 70% e álcool glicerinado 80%. A produção já foi destinada para atender o Hospital da FAP e Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs), que precisam da higienização reforçada como uma das mais efetivas medidas no controle de infecções e diminuição dos riscos de transmissão do novo coronavírus.

Inovação

O Laboratório de Referência em Dessalinização (Labdes) da UFCG desenvolveu um Bioesterilizador. A inovação servirá para esterilizar ambientes e pessoas, após entrada e saída dos hospitais, clínicas e laboratórios. A tecnologia utilizada parte do princípio de que calor é a fonte primária, ativando as moléculas de uma solução aquosa para o estado gasoso, que, por conter componentes que contribuem para a esterilização, atacam o vírus. O sistema deverá ser implantado em grandes áreas de circulação, como supermercados, e em agrupamentos de atividades públicas (corporações militares e civis) tornando-se um equipamento de proteção essencial. O Labdes vem mantendo contato com um dos hospitais públicos de Campina Grande para um experimento amplo do BioEsterilizador.

Outra inovação é o desenvolvimento de ventiladores pulmonares/respiradores de baixo custo com monitoramento via celular e tablet, criado por pesquisadores da UFPB, assim como pesquisadores do NUTES/UEPB também estão desenvolvendo. Os testes começaram na última semana, e pessoas com insuficiência respiratória, devido ao novo coronavírus, poderão ser beneficiadas.

Patentes e propriedade intelectual

A unidade regional do INPI, localizada no PaqTcPB, através da Rede de Inovação Estadual, tem realizado encontros virtuais regulares para orientar e estimular os pesquisadores a protegerem suas ideias. Junto com equipe de pesquisadores do INPI e do PaqTcPB a unidade tem prestado auxílio tambem na redação de patentes, mantendo a PB fortalecida no ranking nacional.

Testes

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB), por meio da Escola Técnica de Saúde (ETS), emprestou equipamento e treinou equipe do Laboratório Central de Saúde Pública da Paraíba (Lacen/PB) para testes do novo coronavírus (Covid-19), anteriormente direcionados ao estado do Pará. São previstos 40 exames por dia.

Manual para Psicólogos

Os efeitos da pandemia são também de ordem psicológica, o que motivou o trabalho de pesquisadores da UFCG, que publicaram na Revista Saúde e Ciência online o “Manual de Diretrizes para Atenção Psicológica nos Hospitais em Tempos de Combate ao Covid-19”. O material foi elaborado com o objetivo de direcionar a atuação do psicólogo nesses ambientes.

Protagonistas da transformação

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) realiza em todo o país, um Grand Prix de Inovação (GP), buscando soluções para as demandas da indústria e da sociedade no cenário de incertezas e instabilidades causadas pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Com inscrições até o dia 10 de abri, a iniciativa coloca os alunos como agentes de transformação, propondo soluções para as questões: “Como estudar durante o período de quarentena da pandemia sem perder o ritmo de estudos e aprendizado? Como ter uma indústria sem contaminação e sem perder a produtividade, ou seja, o que as indústrias podem fazer para minorar as perdas? Como manter o ambiente saudável, enquanto passamos pela pandemia? ”. Dos dias 13 a 17 de abril, acontecerá a avaliação dos projetos e entre 20 e 23 de abril será a divulgação do resultado.

Campanha nas redes sociais

A sociedade civil se organiza e também tem dado a sua parcela de contribuição. É o caso de @sos_respiradorescg, grupo de voluntários de Campina Grande que está arrecadando contribuições financeiras para aquisição de respiradores para pacientes com insuficiência respiratória e equipamentos de proteção para profissionais diversos. O grupo tem uma meta de R$ 500 mil, dos quais atingiu R$ 270 mil até o momento. Equipamentos foram doados à Guarda Municipal de Campina Grande, e ainda à central de distribuição da Secretaria de Saúde do município. Instagram do grupo.

Sabe de alguma iniciativa que não entrou no nosso radar? Esteja à vontade para sugerir, através do e-mail iury@paqtc.org.br.

Com informações das Assessorias. 
Colaborou Nadja Oliveira.

Iury Sarmento

Por Iury Sarmento
Assessor de Comunicação
Fundação PaqTcPB

  • Choose what to read by subject

Image is not available
previous arrow
next arrow
Slider